vontade

 
super

 
f1

f2

f3

f4

f5

f6

f7

f8

f9

f10

f12

f13

f14

f15

f16

f17 f18 f19 f20 f21 f22 f23

 
palavrões

fuck-yeah-aww-yeah-l

 

 
mod1

mod2

mod3

mod4

mod5

mod6

mod7

mod8

mod9

mod10

mod13

mod11

mod12

modthumb

Quando o sol se põe, outras formas de vida aparecem. O mundo muda, e às vezes é para melhor. Estes 9 destinos surpreendentes, por uma razão ou outra, transformam-se em algo épico à noite.
1.) Cogumelos brilhantes, Nova Inglaterra
 

 

 

 

 
Este fungo brilhante é conhecido como Panellus stipticus. É uma visão relativamente comum nas florestas da Nova Inglaterra, EUA.
2.) Caverna Waitomo, Nova Zelândia
 
 

 

 

 

Estas luzes são de milhares de pirilampos. As suas luzes servem dois propósitos: atrair parceiros e presas.
3.) Gruta Azul, Capri, Itália
 
 
 

 

O brilho da Gruta Azul parece um pouco sombrio e sobrenatural.
4.) Smoky Mountains, Tennessee, EUA
 

 

 

 

 

Estas montanhas tem uma das exposições de pirilampos mais exclusivas do mundo. Todos os anos, os pirilampos sincronizam os seus “flashes” num show que não pode ser desperdiçado.
 
5.) Aurora Boreal no Canadá
 

 

 

 

O que mais há a dizer sobre as auroras boreais? Elas são de tirar o fôlego, e o Canadá é um dos melhores locais  para assistir  a este espetáculo da natureza.
6.) Toyama Bay, Japão
 

 

 

 

 

 
Lulas cintilantes (Watasenia scintillans) normalmente passam o tempo no fundo do oceano, mas eles fazem aparições regulares em Toyama Bay, no Japão. A baía é uma área de desova para as criaturas.
7.) Kilauea, Havaí
 

 

 

 

Vulcão activo à noite? Sim, por favor!

8.) Salar de Uyuni, na Bolívia

 

 

 

9.) Vaadhoo, Maldivas
 

 

 

 
Quem não gosta de alguns fitoplânctons bioluminescentes? Estas pequenas criaturas do mar brilham quando são levadas para a costa. É uma visão muito surreal de se ver.

scared-woman

 
Uma escocesa de 38 anos estava incomodada com a sua perda de peso e decidiu procurar um médico por achar que estava com incontinência urinária e letargia. Para a surpresa dela e do médico, na verdade ela tinha um brinquedo sexual esquecido há dez anos dentro da paxaxa.

De acordo com o site “Gawker”, o cirugião da Aberdeen Royal Infirmary submeteu a mulher a uma intervenção cirúrgica para retirar o objecto perdido.

O brinquedo sexual tinha 12 centímetros de comprimento.

sex-toy
Segundo a mulher, o brinquedo foi usado numa noite de bebedeira com seu parceiro há uma década atrás. Ela afirmou, ainda, que não se lembrava se tinha ou não retirado o brinquedo de dentro dela.

O relatório médico mostrou que a paciente corria sérios riscos de vida. A escocesa tinha uma condição chamada de fístula vesicovaginal, que cria uma passagem para permitir que a urina flua dentro da vagina e ainda uma uropatia obstrutiva, que provoca um bloqueio da urina nos rins.

A escocesa pode reivindicar um título mundial por ser “a mulher que ficou por mais tempo com um brinquedo sexual dentro da vagina”, conforme a revista científica “Journal of Sexual Medicine”.

Scroll To Top